segunda-feira, 26 de março de 2018

Descobertas da Semana - #11

Vocês acharam que, por causa do grande evento que ocorrerá amanhã e que será provavelmente um dos melhores dias da minha vida, eu não ia postar lista hoje? ACHARAM ERRADO! Lá vamos nós com trinta músicas no shuffle escolhidas por um algoritmo ligeiramente stoned!

Descobertas da Semana - 26/03

Because the night - Garbage & The Screaming Females
Por mais que eu prefira a versão do 10.000 Maniacs pra essa música - e ela tem um espacinho no meu coração por causa de um detalhe de quinze segundos na minha vida -, essa versão ficou bem legal. 

Park around the corner - Ritual Howls
Vocal meio monótono, mas a melodia é bem interessante. Eu gosto dessa bateria marcada e dos riffzinhos por trás, com o baixo levando mais a música do que a guitarra. É uma que vale a pena por na minha playlist. 

Access and amplify - Icon of Coil
É uma música interessante, o problema é que eu não aguento essa vibe trance que ela tem. 

Dead souls - Sopor Aeternus & The Ensemble of Shadows
Sempre legal lembrar que Sopor existe - eu ouço a melodia e lembro da Carol na hora. 

Into the wild - Agent Side Grinder
Eu não sei vocês, mas eu adoro esse baixo "largado" de algumas músicas do pós-punk. Pelo que eu entendi essa banda é recente, mas a música encarna bem o espírito do começo dos anos 80. Curti. 

Golgotha Tenement Blues - Machines of Loving Grace
É um rockzinho legal, bom de ouvir enquanto se dá conta das coisas da vida. 

Spiders - Ashbury Heights
Conheço essa música, mas acho que na coletânea que eu tenho puseram um remix. De qualquer forma, ela é legal, apesar de ser mais eletrônica do que eu costumo aguentar.

Miss Paramount - Indochine
É uma baguncinha animada que passa como interlúdio em alguma playlist de baguncinhas animadas. 

Nobody's diary - Yazoo
Yazoo é o tipo de banda que eu sei que existe, conheço uma ou duas, não vou muito atrás mas se você me falar "ouve essa" eu vou ouvir. Tem dedo do Vince Clarke no meio, é óbvio que eu vou ouvir. Eu ACHO que essa eu conhecia; de qualquer forma, ela é gostosa de ouvir.

Color me once - Violent Femmes
Confesso que eu ouvi e estranhei, mas ela fica boa. Tem um baixo bem audível e um solinho de guitarra lá pro meio da música, e uma bateria interessante, mas o que eu achei legal mesmo foi o vocal. Bem legal, aliás.

Back for a day - Sixth June
Achei legal, mas tem uns synths meio agudinhos que me irritaram. Passa como interlúdio de playlist.

Siberia - Diaframma
Ah, músicas que começam com baixo. De onde vêm? Como são pensadas? Por que são tão caras ao meu coraçãozinho? Anyway, isso é ITALIANO, véi! Curti essa bagaça, capisce? 

Enjoy the silence - Lacuna Coil
SÉRIO? Na moralzinha, vocês não esperam que eu ache isso ruim, certo? Ou que eu não conheça - e reconheça na segunda nota -, certo? Faz muito tempo que eu não ouço ETS e mais tempo ainda que eu não ouço a versão do Lacuna, mas sério, VOCÊS SABEM QUE DIA É AMANHÃ? Vamo pra próxima.

People are poison - Cold Cave
É um rockzinho bem legal e barulhentinho, passa como trilha de fundo pra mim.

Don't want to know if you are lonely - Hüsker Dü
Desde que eu comecei a gostar de PSB e Smiths eu não via um nome de musica tão grande. Nada ganha de You only tell me you love me when you're drunk, do Pet Shop Boys, e o motivo pelo qual eu tou falando disso é que eu não gostei dessa que tá tocando. Sorry.

Ghost rider - Suicide
Musica estranha. Se fosse Ghost riders in the sky do Cash (ou do Spiderbait) eu ia curtir bem mais.

Voltaic control system - Die Form
Auf Deutsch! Também é meio estranha, mas é o tipo de bagunça que me faz dançar um pouco. mas só um pouco também, tudo tem limite, lá pelos três minutos já começa a ficar bleh.

Not in love - Platinum Blonde
Eu vi essa e pensei que fosse uma romântica que tem o mesmo nome. Well, talvez se fosse eu teria gostado. Isso é indie demais pra mim, apesar do baixo.

My world - Colony 5
Eu conheço essa banda, na mesma coletânea que tem Ashbury Heights tem Colony 5. Mas não é essa música que tem lá e devo dizer que VAI PRA PLAYLIST mesmo com esses efeitinhos eletrônicos meio bleh.

New gold dream - 81-82-83-84 - Utah Saints
Eu não faço a mais puta ideia do que essa merda tá fazendo aqui no meio. Nem se o algoritmo estivesse viajando no ácido ele devia ter enfiado essa bizarrice aqui no meio. Que horror. Aliás, that's a first: não deu pra ouvir isso até o final.

Waiting in the forest - The Beauty of Gemina
E esse baixo é um refresco pros meus ouvidos depois da porcaria anterior. Essa música é legal de ouvir - ou talvez eu esteja aliviada, só. De qualquer modo, ela é boa. Dá pra dar uma viajada no instrumental.

God O.D., pt. 1 - Meat Beat Manifesto
Uma música animada no estilo de Planet rock - tá, não tão animada, mas é no mesmo estilo. Essas músicas são bem legais de ouvir mesmo que eu não curta particularmente esse estilo. 

Plateau - Meat Puppets
A original de uma das músicas alheias que o Nirvana tocou no Unplugged. Essa eu já conhecia da época em que eu fingia que era grunge e fui atrás de saber que banda era essa. Eu gosto mais de Oh me, mas essa é bem legal também. 

Third uncle - Brian Eno
Eu tenho a impressão de que eu já devia ter ouvido Brian Eno antes, mas ok, sempre há uma primeira vez. O que há com o baixo das músicas ultimamente? Essa pelo jeito é majoritariamente instrumental, o que não me desagrada nem um pouco. 

Seelenschmerz - Blutengel
Eu já ouvi Blutengel, provavelmente em casa, ou na balada. É bem música do porão do Madame, mesmo. Essa eu não lembro de ter ouvido, mas dançar isso no escuro, só com o strobo piscando, deve ser fenonemal. 

Helden - Apocalyptica feat. Till Lindermann
Essa eu não preciso nem ver qual é. Eu reconheço com dois segundos de música. E eu devo confessar que eu prefiro essa versão em alemão à original. O Till Lindermann conseguiu deixar melhor ainda uma música que já era perfeita. Isso porque eu nem falei do Apocalyptica tocando, que por si só já é um espetáculo à parte.

I sit on acid - Lords of Acid
Esse algoritmo acertou bem hoje, mas tomou ácido ali em cima e agora. Ouvir uma mina gemendo no meio da música foi meio constrangedor, e olhem que eu ouço as músicas com fone de ouvido. E se o último verso foi o que eu ouvi, mesmo, eu não quero andar com a turma que ouve essa música.

Proud to fall - Ian McCulloch
A voz do Echo and the Bunnymen também faz música solo, eu eu sabia disso fazia um tempo. Mas eu não consigo dissociar as músicas do Echo e as dele. De qualquer forma, é boa a música, legal pra ficar de boa.

Mandinka - Sinéad O'Connor
Dela eu só conheço Nothing compares 2U e meio que me orgulho disso. Essa música também é boa pra ficar de boa, mas acho que vou me segurar na música do Prince mesmo.

God gave me everything - Mick Jagger
Eu vou me abster de julgar se essa música é boa ou não porque a gente tá falando do Mick Jagger, esse cara tem mais do que o dobro da minha idade e ainda faz show pra estádio lotado. Só vou perguntar uma coisa: o que aconteceu com "You can't always get what you want"? Fica aí a dúvida.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Descobertas da Semana - #10

Post saindo atrasado porque essa semana tá sendo punk. Sem mais delongas, vamos à lista da semana, que incluiu umas coisas que eu já conhecia e umas outras que eu acho que preferia nem ter ouvido... 

Descobertas da semana - 19/02

Doot doot (12" Mix) - Freur
Cri cri cri cri - Começa assim, devagarzinho. Daí entram os synths e o vocal. Parece algo meio experimental na linha do new wave. É interessante, mas não me prendeu.

Hell Hotline - Tempers
Parece uma boa música de interlúdio pra balada, tem uma guitarrinha interessante e os vocais são tranquilos. 

Cars (Remix) - Fear Factory
Dessa vez eu fiquei impressionada comigo mesma, reconheci a introdução de Cars no barulhinho que apareceu aqui. Interessante. De qualquer forma, essa eu conheço a original, e ter um pouco de guitarra ajuda às vezes. Bem legal esse remix/cover.

Nothing left to lose - The Wipers
Um rockzinho interessante, que pode entrar como trilha de fundo pra um dia de trampo. Tem um baixo bem legal sobressaindo.

Attack of the ghost riders - The Raveonettes
Eu já ouvi falar dessa banda, não sei quando. Essa música começa com barulho, mas se dermos uma chance a ela tem uns riffs coerentes mais pra frente. Eu não sei se são meus ouvidos, mas consigo ouvir o baixo dessa música também. 

Totally tot - Lebanon Hanover
Eu não reconheci, mas sabia que não me era estranho. É um barulhinho bem legal. Lebanon Hanover é uma banda recente que tem umas músicas muito gostosas de ouvir; minha favorita é Fall industrial wall *-*

Enigmatic individual - This Cold Night
Já começa com um baixo dedilhado. O vocal é meio downers, parece meio estranho, mas ok. Acho que passa como trilha de fundo, apesar desse baixo interessante.

High rise - Ladytron
Outra música legalzinha que pode passar como trilha de fundo.

Nowa Aleksandria - Siekiera
Essa lista tá sendo fantástica hoje em matéria de música de interlúdio. Eu não consegui identificar muito bem em que idioma esse moço tá cantando, mas ela é interessante pra ouvir enquanto se faz qualquer outra coisa.

Collapse in slow motion - Velvet Condom
Essa música me parece muito boa pra um interlúdio romântico daqueles não programados, a voz do moço é tão suave e a melodia, tão hipnótica, que dá pra se perder ouvindo enquanto... é, bem, deixa pra lá.
(Acabei de notar que o nome da música/banda também não ajuda, anyway. NEXT!)

Moans - Parade Ground
Olha as armadilhas nas quais esse Spotify me coloca. Ignorem a tradução do nome dessa música; ele ainda me coloca isso logo após essa de cima. ¬¬ Pelo menos essa funciona como uma trilha de fundo qualquer, sem qualquer relação com a irmãzinha de cima. Eu, hein.

Demain Berlin - Guerre Froide
Isso é francês. Ou alemão? Ele canta nos dois idiomas, parece. Mas também parece ter inglês ali no meio. Essa coisa bi-trilingue faz a música ficar interessante, de resto, ela é meio parada NÃO PERA ela fica rápida de repente. Deveras interessante...

Suicide commando - No more
Achei meio bleh.

New big prinz - The Fall
Também é meio bleh, mas tem mais guitarra do que a anterior. Sei lá, ouçam aí, eu achei meio entediante.

Eclipse - Kirlian Camera
Essa eu conheço. Na verdade é a única do Kirlian Camera que eu conheço, e faz tempo que eu não a ouço. Não lembro o que eu achava dela, mas por agora, ela é bem gostosa de ouvir.

From this point on - Soft Kill
Levadinha legal, uma música bem tranquila pra sacudir o esqueleto de vez em quando. Acho que vou atrás da letra dela mais tarde.

Drive that fast - Kitchens of Distinction
Que nome pra uma banda, hein? Anyway, essa música me lembra toneladas de outras do mesmo estilo, então ela vai pra pilha de músicas de trilha de fundo.

Send me an angel '89 -Real Life
Eu ACHO que eu ouvia isso na Autobahn. É, ouvia. É bem anos 80 mesmo, divertida pra dançar. Mas acho que era outra versão. Anyway, conheço essa.

Red Skies - The Fixx
Isso parece música dos anos 80, e eu tenho a leve impressão de que já a ouvi antes, só não sei onde. Tem toda a virtuosidade espalhafatosa típica dos anos 80, mas é bem sussa de ouvir.

Rain - Project Pitchfork
Não sei se já ouvi algo do Pitchfork. Eu já ouvi essa música em algum lugar, ela não me é estranha. Gostei. 

Just like Arcadia - Psychic TV
Uma boa trilha de fundo, com um monte de instrumentos nos lugares certinhos e um vocal legal.

Watching trees - Eleven Pond
Mais uma boa pra dançar numa balada, todos os synths levam à pista. E como tem synth nessa música!

Tighten up - Electronic
Eu ia falar "mais uma que soa como anos 80" até ver que é o Electronic. É óbvio que soa como anos 80. Nessa banda temos o Bernard Sumner do New Order e o Johnny Marr do Smiths. A única música que eu conheço deles é Getting away with it, com a participação do Neil Tennant e sua voz inconfundível. E essa Tighten up é boa pra dançar.

Breathe the fire - The Soft Moon
Isso deve doer. Well, tem um povo que gosta de sussurrar letra de música né? Nessa aqui é assim. Ah, a linha de baixo dessa música é bastante audível e sendo assim ela me interessou deveras (bass bitch mode: on). 

Malarone - Linea Aspera
Já começou com um vocal interessante. É raro que eu curta vocal feminino, mas nesse caso aqui eu gostei bastante. A melodia é legal também.

This is hardcore - Pulp
Parece instrumental, mas logo entra um vocal. Eu estranhei a princípio, mas parece um musical. Intrigrante. Um pouco grande, though.

Another world - Beborn Beton
Isso me lembrou muito De/Vision. Como eu adoro De/Vision, gostei dessa música. Parece bem boa pra dançar.

Only shallow - My Bloody Valentine
Eu tenho a impressão que eu ia gostar dessa música se eu conseguisse entender o que a moça tá cantando...

Six bells chime - Crime & the City Solution
Essa música tem uma vibe interessante. Acho que é boa pra ouvir numa playlist de músicas no mesmo estilo, tem um baixo bem aparente e o vocalista, mesmo que não pareça à primeira vista, tem vozeirão. =P

Miles iz ded - The Afghan Whigs
Eu fiquei esperando acontecer alguma coisa na música pra eu poder comentar, daí ela acabou e é isso.

terça-feira, 13 de março de 2018

Descobertas da Semana - #9

Cês tão prontos pra mais uma lista de música aleatória? 
Dessa vez o Spotify me mandou várias que eu já conhecia, então ficou bem divertido. Teve uma surpresa legal no meio delas também, bem como uma ou outra nope. Vamos lá!

Descobertas da Semana - 12/03

Desperate but not serious - Adam Ant
Já começou com um wtf?. Não é tão ruim quanto parecia que ia ser, mas também não é nada que me chame muito a atenção. 

Fragile dreams - Anathema
Eu já ouvi falar de Anathema mas acho que nunca ouvi. O instrumental dessa música é bem bom, e quando entra o vocal a música fica interessante. Bem feitinha, curti.

Reincanation - Deine Lakaien
Também já ouvi falar de Deine Lakaien mas nunca tinha ouvido. Essa aqui parece boa a princípio. Mais pro meio fica com uns synths legais. É boa pra ouvir numa boa enquanto espera o DJ tocar uma mais agitada.

The hearts filthy lesson - David Bowie
Eu tendo a gostar de tudo o que esse homem fez. Dito isso, a levada dessa música é bem interessante. Uma das coisas mais legais é o modo como ele usava a voz dele, ela muda de tom numa facilidade que virava quase um instrumento à parte.

Queer - Garbage
Acho que eu gosto efetivamente de duas músicas do Garbage. A letra parece bem interessante, a melodia idem. E a voz da Shirley Manson é maravilhosa e sempre vai ser. 

This is Radio Clash - The Clash
Conheço, claro que conheço. Acho uma baguncinha bem divertida. 

Chorus - Erasure
Erasure é uma das bandas mais legais que eu conheço, mas que cai na regra "conheço pouco mas curto muito o que eu conheço". Essa música, por exemplo, eu não conhecia. Mas ela é legal. Talvez um pouco mais animada do que o meu humor habitual suportaria, mas bem legal ainda assim. Tem a mão do Vince Clarke, né...

Suspiria - Goblin
Parece uma canção de ninar meio macabra. Não tenho muito a dizer além disso. Coisa estranha.

Synchronicity II - The Police
Também conheço essa. Eu sempre achei o Sting mó legal. Mas não tenho muito o que falar também. É The Police, pô, todo mundo deveria ouvir pelo menos uma vez na vida. 

Parasite God - Mortiis
Melodia começa bem boa. O vocal aparece e é meio esquisito (mistura um pouco de lírico (?) com um sujeito recitando a letra), mas essa melodia é realmente boa. 

Never met a girl like you before - The Insects
Nossa, faz MUITO tempo que eu não ouço essa música! E acho que não ouvia nessa versão, que parece ser um pouco mais agressiva do que a que eu conheço. De qualquer forma, é uma boa música. 

Aisha - Death in Vegas
O instrumental até que é legal, mas que porra de letra esquisita é essa? Curti isso não. 

Dancing with myself - Billy Idol
Me dê uma pista de dança e essa música e eu vou abraçar meus ombros e começar a pular. I'll be dancing with myself! \o/

Ain't talkin' 'bout love - Van Halen
Eu enjoei de Van Halen de um tal jeito que eu não consigo nem falar sobre uma música deles sem querer pular de faixa. Mas vamos lá... É Van Halen, e é uma boa deles. Riffs, solos, é isso aí. Não sei falar mais nada. Sorry.

Sunshine of your love -  Cream
Acho que essa é uma das duas únicas do Cream que eu efetivamente sei que são do Cream (a outra é I feel free). Essa música é muito gostosa de ouvir. Não sei se é o vocal ou se é esse instrumental caprichadinho, fato é que Cream é algo que deve ser ouvido.

Ace of Spades - Motörhead
Essa eu preciso de duas notas pra reconhecer. Foi a primeira que eu ouvi daqueles malucos... Well, é Motörhead, essa música é daora, boa pra, entre outras coisas, sair abrindo caminho no metrô de manhã. 

Smalltown boy - Paradise Lost
Eu ADORO a versão do Paradise Lost pra essa música. Parece muito mais angustiante do que a original - que não é tão tranquila assim também. Tem muito riff rasgando e muito grito, bem o espírito da letra mesmo. Recomendo fortemente.

Faron Young - Prefab Spout
Parece algo que eu ouço quando tou de boa. Tem uma levadinha  boa e um vocal redondinho. É bem legal.

A victory of love - Alphaville
É impressão minha ou a voz desse vocalista, no começo da música, tá bem diferente daquela que a gente conhece de músicas como Big in Japan ou Forever Young? Ou sou eu que tou confundido tudo? Anyway, é uma música das que eu gosto, meio dark, meio mistério, totalmente boa. Foi pra playlist.

Personal Jesus - Johnny Cash
Essa música é tão icônica que não precisa nem ter synth pra que eu reconheça em duas notas. Esse é o famoso cover do Cash, que ficou muito bom. E o fato de ser ele e não o Dave não me deixa com menos vontade de gritar "REACH OUT AND TOUCH FAITH!".

Never come back - Kas Product
Eu conheço uma música do Kas, achei numa coletânea antiga. Era mais ou menos nesse estilo. Essa aqui tem um ritmo bem rápido, e o modo como o vocal acompanha é bem legal. Só não sei se conseguiria incluir numa playlist, parece algo pra se ouvir de passagem.

Static cold - The Frozen Autumn
Fui ouvindo e concluí que é uma música boa pra relaxar. Tem uns efeitinhos que foram bem colocados e que misturam a melodia com o vocal. Mesmo que os efeitinhos sejam agudos, não chega a irritar.

Animate - Rush
Conheço muito pouco do Rush mas acho que sempre vou curtir muito a linha de baixo das músicas do Rush – são todas ótimas, até onde pude perceber. Música legalzinha pra ouvir numa boa.

The politics of dancing - Reflex
É boa, mas não me chamou a atenção. Tá tudo no lugar certo, tranquilo, mas não, não passaria de trilha de fundo pra mim. 

Black hole sun - Soundgarden
Outra que eu não preciso nem olhar o nome pra saber qual é. Essa música é maravilhosa. Sem mais.

The big heat - Stan Ridgway
Parece legalzinha, mas serve como trilha de fundo. Não me atraiu muito, não.

Down in the park - Marilyn Manson
Quando vi essa na lista fiquei imaginando se seria um cover do Gary Numan. E só de ouvir o começo, sim, é um cover. Eu não gosto das músicas do Marilyn Manson, mas os covers que ele faz prestam. E eu curti esse cover, apesar de gostar muito da original - que eu inclusive conheci fuçando playlist aleatória no Spotify...

Up all night - The Boomtown Rats
Essa não é aquela banda do I don't like mondays? Essa música é bem animada, nada parecida com aquela música. mas é legal.

Tin Omen - Skinny Puppy
Eu não lembro se eu gostei de Skinny Puppy quando eu ouvi, e agora ela me parece interessante pra ouvir dançando no porão do Madame.

De-Luxe - Lush
Ela passou e foi. Ótima trilha de fundo.

terça-feira, 6 de março de 2018

Descobertas da Semana - #8

Mais um Descobertas da Semana chegando! Excepcionalmente essa semana essa postagem está saindo na terça-feira; apesar de ter feito a lista ontem, eu não tinha condições de formatar e postar por motivos de "virei a noite fazendo freela". Pelo menos eu enfiei na cabeça que não tenho mais vinte anos... 

Vamos às músicas?

Descobertas da semana - 05/03

Honey white - Morphine

Eu não ouço Morphine faz um século por motivos de "me lembra de alguém, meh". Felizmente essa não faz parte das que eu conheço, então tô salva. Eu sempre achei legal o fato de eles tocarem sax (isso é sax?) e ele ser o instrumento mais sobressalente. Música interessante.

If you have ghosts - Roky Erickson

Parece boa, mas não algo que eu ouviria com frequência. Acho que o que tá me incomodando é o tom de voz do vocalista, meio agudo demais. Apesar disso, ouço numa boa se estiver passando em algum lugar, o instrumental é de boa.

Dead eyes opened - Severed heads

Isso não é o nome que eu escolheria pra uma música, muito menos pra uma banda, a não ser que fosse punk, o que não é o caso. Ela me parece muito boa como interlúdio ou trilha de fundo, mas só por causa da repetição do synth ao fundo. Ela tem, contudo, um problema fundamental: é enorme.

Marilyn, my bitterness - The Crüxshadows

Socorro, eu adorei o começo dessa música. Por que mesmo eu não parei pra ouvir Crüxshadows ainda? Ela tem o tipo de batida grave que me puxa pra dentro de uma música, e mesmo que nesse caso aqui o vocal vá ficando mais agudo, e que a música seja comprida, não mudou minha opinião sobre ela. Vai pra playlist.

Perpetual - VNV Nation

Eu já ouvi algumas coisas do VNV mas achei muito eletrônico - tipo trance ou house - pro meu gosto. Ela tem sete minutos - já entenderam meu lance com música comprida, né? - e é meio barulhentinha demais pros meus ouvidos. Acho que VNV é algo que não me vai, mesmo.

Gimme danger (Alternative 'Violent' Iggy Mix) - The Stooges

Eu não conheço muita coisa dos Stooges, mas sei que as músicas deles são legais. Essa, por exemplo, é bem legal. Eu li a história do Iggy - ou parte dela - no Please kill me e curti bastante. O nome da música é a cara dele.

 Blood and tears - Danzig

Essa música começou me dando sono. Não melhorou nem quando mudou o instrumental. Coisinha devagar, deve ser boa pra ouvir quando eu tiver menos agitada, mas por enquanto não serviu pra muita coisa.

The Forest - Carpathian Forest

Eu reconheço esse solo em qualquer lugar, seja lá de qual banda for. Nesse caso, foi de um cover. Eu ADORO The Forest, e esse cover tá com os instrumentos nos lugares certos, mas por que raios catódicos o cara resolveu sussurrar a música inteira? Será que ele não leu a letra antes de cantar? =P

Love spreads - The Stone Roses

Um rockzinho honesto. Acho que já ouvi falar dessa banda, mas não tenho certeza. A música serve como interlúdio entre músicas, desde que eu esteja ouvindo mais coisas com mais guitarras.

I like - Men Without Hats

A única coisa do Men Without Hats que eu conhecia era Safety dance e eu acho que vou me manter assim. Se bem que essa música é perfeita pra uma balada dos anos 80, esses synths são ótimos pra compor um set.

Ava Adore - Smashing Pumpkins

Preciso de uns segundos pra reconhecer, mas adoro essa música desde que a ouvi pela primeira vez. A voz do Billy Corgan não é lá essas coisas, mas a letra da música, por Apolo, é muito, mas MUITO interessante a partir de um determinado momento.

Someone's calling - Modern English

Acho que eu já tentei ouvir algo do Modern English mas achei muito tranquilo pra mim. Não lembro. De qualquer forma, essa música é bem tranquila, com guitarrinhas no lugar e um ritmo legal.

Peter Gunn (feat. Duanne Eddy) - Art of Noise

O nome da banda entrega o que é essa música: barulho. Passo.

The Stand (Long version) - Alarm

Essa música tem dois minutos, se essa é a versão longa, a standard tem o quê, 45 segundos? Essa música tá aqui por um motivo que eu desconheco - ou pode ser culpa do Clash, aparentemente tudo é possível.

Tubular bells - Book of Love

Eu achei que ia gostar dessa música, mas ou meu sono tá me deixando chata, ou o algoritmo do Spotify foi particularmente cruel comigo hoje. Também é barulho aos meus ouvidos, apesar dessa batida repetida no começo.

Red flags and long nights - She Wants Revenge

As letras do She Wants Revenge são interessantes, mas, como disse o Ednei uma vez, não acontece NADA nos instrumentais das músicas deles. De vez em quando tem uma variação, mas não passa muito disso. Tear you apart - a mais famosa - é um belo exemplo. De qualquer forma, esses graves me puxam, e por mais que seja repetitivo, eu vou seguindo.

To the hilt - Die Krupps

Começou e eu ia dizer "de onde saiu isso?" mas ficou meio industrial de repente. Hm. Interessante, no meio de uma playlist mais adequada ela passa como interlúdio.

Blue Monday - Orgy

Essa eu escrevi o nome da música e fui ver de quem era o cover, porque eu já dancei tanto essa música que eu diria que meu coração se ajusta à batida dela quando ela começa. Parece boa, considerando a original do New Order, mas eu realmente prefiro a versão do NO do começo dos anos 1980, é ela que faz meu coração ajustar as próprias batidas.

Devil inside - INXS

Eu tenho essa música no HD, mas não tenho certeza de que eu já ouvi. O Michael Hutchence ter morrido do jeito que morreu foi um desperdício inacreditável, não tem uma música do INXS que não seja muito boa de ouvir por causa do vozeirão daquele homem.

A perfect day Elise - PJ Harvey

Er... oi? Eu fui procurar a letra dessa música, e pai, se você estiver lendo isso, pule pra próxima, por favor. Eu tive que conter uma risada quando li. Anyway, a PJ Harvey é maluca, e essa música vai pra playlist because of reasons.

Jeszcze Raz - Belgrado

Eu não faço ideia do idioma no qual essa música é cantada, mas é bem interessante, me lembrou Xmal Deutschland, mas menos annoying.

Ain't it fun - Dead Boys

Parece música de moleque revoltado. Não me agradou muito, não.

Election Day - Arcadia

Também não sei de onde saiu isso. É meio estranha, não sei mesmo como isso foi pescado pelo algoritmo.

Partytime - 45 Grave

Não é possível, tá faltando o ritmo nessas escolhas. Isso parece metal farofa com vocal feminino. Nah, valeu.

Martyr - The Acryl Hearts

Quando vi o nome da música pensei "só conheço a do Depeche Mode". Bingo! É um cover, e muito bem feito, por sinal. O vocal lembra vagamente o do Dave,  instrumental tá no lugar certo, muito boa. Não achei muita coisa sobre eles no Google, só sites de música, mesmo, mas tem o álbum "The best of Depeche Mode - The Acryl Hearts" no Spotify. Vou ouvir depois.

Polizisten - Extrabreit

Acho que é em alemão, mas é meio parada. Não me agradou muito não.

Salvation - The Cranberries

Uma porrada no prato da bateria me faz saber que música é essa. O Cranberries é mais uma daquelas bandas que eu não conheço muito bem, mas o que eu conheço, eu gosto pra caramba. Dolores nos deixou há pouco tempo, o que é bem triste, mas ela deixou essas músicas sensacionais pra gente. SALVATION IS FREE!

Nineties - Star Industry

Soa como um filhote do Sisters of Mercy. Parece interessante, não cansa e não é gigante. Boa pra ouvir numa boa, numa tarde de folga.

Don't bang the drum - The Waterboys

Eu tô com tanto sono que ouvi o nome da banda e lembrei de uma música chamada The glamour boys. Vai entender. De qualquer forma, isso me lembra Midnight Oil (não perguntem), eu tava crente que ia aparecer o refrão de Truganini no meio dessa música. Mas se de fato fosse Truganini eu não ficaria me perguntando quanto falta pra acabar.

A small victory - Faith No More

Pô, eu conheço essa música, e gosto dela, e até hoje eu  não sabia qual era o nome! Thanks, lista. Well, o que eu digo? O Mike Patton é um demente e é por isso que todos gostamos de Faith No More. Certo?

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Descobertas da Semana - #7

Segunda-feira é dia de quê? Lista de música! \o/ 
Continuamos a ouvir as músicas do Descobertas da Semana em modo aleatório, de modo que hoje temos mais 30 músicas comentadas. Eu achei que o Premium tinha se resolvido mas ainda não, bleh. Felizmente dessa vez eu não tive que ouvir 30 segundos de funk entre as músicas...

Descobertas da Semana – 26/02

Hush - Deep Purple
Devo dizer que eu sempre ouvi "I thought I hear her calling uma menina" nessa música. Provavelmente uma das primeiras que eu ouvi do Deep Purple, é bem legal.

God is a bullet - Concrete Blonde
Eu já devo ter ouvido algo do Concrete Blonde, só não vou lembrar agora. De qualquer forma, gostei do nome dessa música e ela é bem legal.

A view to a kill - Duran Duran
O primeiro "pam" me faz reconhecer essa música. Adoro. Eu não conheço muita coisa dessa banda, mas o que eu conheço, eu acho muito louco. Acho que o que mais me chamou a atenção nessa música foi o modo como ela vai evoluindo desde o começo até o refrão, daí depois volta tudo de novo. DANCE into the fire!

Blood and roses - The Smithereens
Não conhecia. Essa música é bem gostosinha de ouvir, tem um baixo audível e os riffs são bem legais. Interessante.

I still believe (The great design) - The Call
Parece interessante como interlúdio, não é grandiosa nem chama a atenção por algum motivo particular, mas também não é ruim. 

Birds fly (Whisper to a scream) - The Icycle Works
Quando começou me pareceu bastante New Order no começo. Mas a baguncinha mudou. Interessante, mas serve como interlúdio também, como a amiguinha de cima.

Opportunities (Let's make lots of money) - Pet Shop Boys
Essa eu não reconheci de cara, porque não é uma que eu ouça com frequência, mas a voz do Neil Tennant é inconfundível. Aliás, devo dizer que o timbre do Neil é uma das coisas mais loucas que eu já ouvi até hoje de tão diferente e perfeito que é. Anyway, Opportunities pode não ser a minha favorita do PSB (spoiler: minha favorita é Being boring, do Behaviour, de 1990), mas é boa.

Into the groove(y) - Ciccone Youth
Eu já ouvi uma música da Madonna com esse nome e o sobrenome dela é justamente Ciccone. Será que tem alguma coisa a ver? Well, é a mesma coisa e essa versão é bem mais pesada e dark do que a outra. Mas eu gostei, é bem interessante.

Ahead - Wire
Parece interessante. Tirando o monte de "I remember" que ele fala que pode ser meio bleh, dá pra ouvir num interlúdio. Essas guitarras me lembram o começo do New Order, de novo.

Midnight summer dream  The Stranglers
Ela começou um tanto quanto estranha, mas aí entrou um cara recitando a letra. Bem legal, cabe numa playlist de música pra ouvir de boa.

Give me back my man - B-52's
Eu conheço poucas músicas do B-52's, mas a voz da Kate Pierson também é inconfundível. As músicas do B-52's são sempre animadas, né?

Pink Cigarrette - Mr. Bungle
Como isso veio parar aqui? Não que eu não goste de umas músicas mansinhas tipo essa, mas isso foi tão inesperado que eu não sei de onde o algoritmo tirou isso. O final é bizarro.

Mental hopscotch - Missing Persons
Veio, passou e eu ouvi como trilha de fundo. Não é nada muito "que música foda", mas dá pra ouvir.

Godlike (12" mix edit) - KMFDM
Nunca ouvi essa banda, apesar de já ter ouvido dizer que a sigla significa Kill the Mother Fucker Depeche Mode. Provavelmente é só uma brincadeira. Quanto à música, gostei bastante, tem tudo o que eu gosto em industrial. 

Atomic bongos - Lydia Lunch
Go home, algorithm, you're drunk.

Doctor doctor - UFO
Eu tenho um amigo, o Alexandre, que é a única pessoa que eu conheço que conhece essa banda. Quer dizer, um porrilhão de gente deve conhecer - porque o som é bom pra carai - mas toda vez que eu ouço alguma música do UFO eu lembro só dele porque essa é uma das bandas favoritas dele. E essa música eu conheço, claro. Recomendo, aliás.

Jacket hangs - The Blue Aeroplanes
Não conheço a banda, nem a música, mas parece uma música de interlúdio. Não entendi muito bem a letra, mas pra passar o tempo ela serve.

You - Boytronic
Pode dar a mãozinha pra amiguinha de cima, eu nem sequer sei de onde saiu isso.

Paul ist tot - Fehlfarben
Parece uma versão chucrute de The Cure, até a voz é parecida. Pior que eu gostei; ser em alemão também ajuda bastante. Essas guitarrinhas do começo da década de 1980 são bem legais, por mais que o negócio fique meio louco lá pelo meio da música. Curti mesmo.

Spiritual cramp - Christian Death
Que nome interessante, né? Essa música segue o mesmo padrão de outras músicas do Christian Death - se bem que eu ainda prefiro Romeo's distress - e dessa vez eu vou só deixar como trilha de fundo. 

Cat people (Putting out fire) - David Bowie
Meus amigos, não vai ser eu que vai falar um A sobre essa música que não seja um "puta merda por que é que você faz isso com a gente?". Vocês já ouviram essa música? Já ouviram o vozeirão desse homem nessa música? Façam um favor a si mesmos e vão lá. Eu até deixo o link pra facilitar: aqui, ó

That smiling face - Camouflage
Uma música cheia de synths legais, tranquila, um vocal bem sossegado também, curti. Eu não lembro se já ouvi Camouflage alguma vez na vida, mas isso parece ser algo que eu deveria ouvir mais vezes.

That's when I reach for my revolver - Moby
Eu já ouvi falar de Moby? Provavelmente. Mas não lembro de ter ouvido alguma coisa. Eu juro que eu pensava que era algo mais eletrônico e não tão cheio de guitarra. Anyway, essa também serviria como interlúdio de playlist.

How soon is now? - The Smiths
Essa música foi tão mas tão mas tão importante pra mim quando eu tinha 15-16 anos que eu até esqueci por que eu parei pra ouvi-la pela primeira vez - eu lembrei depois de um tempo, mas deixa pra lá. O Morrissey pode ser uma pessoa totalmente idiota, mas fazendo música o cara é um gênio. Não é à toa que até os malditos hipsters gostam de Smiths.

Beers, steers and queers - Revolting Cocks
Eu não tou entendendo nada. Sério. Pra que serve essa música? A batida até que é boa, não fosse todo o resto. Eca.

Marquee moon - Television
Nunca ouvi, também. Mas não é ruim como a anterior. Ela tá mais pra música de interlúdio também, porque ela é bem sossegada, e tem umas variações que são bem interessantes. No final tem um instrumentalzinho legal. No segundo final (essa música tem DEZ MINUTOS!, quando parece que acabou ainda tem música...) tem o vocal e mais um pouquinho de riff. Interlúdio ftw.

What do you want from me? - Monaco
Basta começar o baixo delicioso do Peter Hook nessa música - que eu reconheço na segunda nota - pra eu começar a pular e gritar - mentalmente, é claro - WHAT DO YOU WANT FROM ME? IT'S NOT HOW WE USED TO BE!. Sem contar que o vocal no refrão - o Potts cantando e o Hook fazendo backing vocal - é maravilhoso. E o baixo, lógico, esse baixo fudido de bom. Anyway, eu tenho história com essa música, ela já foi traduzida aqui e eu já falei do Peter Hook aqui. Enjoy.

The power of lard - Lard
O que ser lard? Pelo que eu vi aqui nessa banda tem o Jello Biafra do Dead Kennedys (bem que eu reconheci esse vocal...). Procurando no Google, lard significa... banha. De qualquer forma, gordurosa ou não, a música é legal, boa pra ouvir pra entrar no metrô de manhã. 

Birth, school, work, death - The Godfathers
Pra uma banda com um nome desses, o nome é bem interessante, quase uma lição. Gostei do jeitão dela, baixo, guitarra, bateria e vocal bem equilibradinhos. Bem boa.

Anarchy in the UK - Sex Pistols
Conheço, claro, eu não teria sido uma adolescente revoltada no início dos anos 2000 se não conhecesse pelo menos essa do Sex Pistols. Não sei se eu tenho muito mais pra falar dela, vejamos... ah, eu lembro bastante do Sid Vicious quando ouço essa música.