segunda-feira, 28 de junho de 2010

Tristeza

Olhem como são as coisas: eu recebo o jornal Folha de São Paulo todo final de semana, e ontem eu não li nenhum dos dois que chegaram – fui pra casa do meu namorado, afinal de contas eu ainda sou um ser humano, rs. Mas agora há pouco, passando pelo Não gosto de plágio, resolvi seguir a Denise Bottmann no Twitter (aliás, quem quiser me seguir, clica aqui). Fui lá, cliquei no botãozinho e comecei a olhar os tweets da tradutora. E fiquei pasma. Triste. Revoltada. A Denise retuitou uma notícia, da Folha de São Paulo online, a qual vou linkar aqui:

Brasília esconde coleção de obras raras do autor alemão Goethe

Eu ainda estou pasma. Ainda estou relendo a notícia pra ver se eu consigo acreditar nisso. E não é porque eu sou estudante de Alemão, não é porque eu admiro a obra do Goethe, não é porque eu espero um dia ser capaz de traduzir uma obra dele.

Eu estou pasma porque isso que está acontecendo em Brasília – e eu presumo, para o meu completo horror, que não seja só lá que aconteça este tipo de coisa – é o mais puro desprezo à cultura! Não importa que o autor do que esteja lá é alemão – poderia ser aborígine, não importa. Aquilo é CULTURA SENDO TRATADA COMO LIXO! Como é possível que isso aconteça???

Eu tenho uma pequena biblioteca que é mantida num lugar não muito adequado, por causa do tamanho da minha casa. Mas pelo menos uma vez por mês eu tiro os livros das caixas, limpo alguma poeira que tenha se acumulado, e por aí vai. Eu cuido da porção de cultura que eu tenho em casa, e olhem que o que eu tenho aqui não chega nem um pouquinho perto do que está abandonado lá em Brasília. Por isso, não entra na minha cabeça como é que deixaram isso acontecer!

Alguém pode me explicar? Por favor?

 

O mais irônico de tudo isso é que a cidade onde estes livros estão é a capital do país… não há nem a desculpa de que os órgãos competentes estão fisicamente longe do local onde eles se encontram…

Marcadores:

3 Comentários:

Às 30 de junho de 2010 13:59 , Anonymous Mariana Garcia disse...

era melhor que os livros estivessem na alemanha, de boa :/

 
Às 4 de julho de 2010 20:28 , Blogger denise bottmann disse...

pensei em escrever ao ministério e sugerir que façam uma parceria com o instituto goethe, para garantir pelo menos a preservação, se não a visitação e consulta...

 
Às 1 de agosto de 2010 11:49 , Blogger Elise disse...

@Mariana: Concordo com você, era mesmo melhor que eles estivessem lá, pelo menos estariam melhor cuidados... =/

@Denise: Eu acho que o pedido de restauração e conservação do acervo já foi feito, mas vai saber se será levado a sério...

Abraços a vocês! =D

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial