quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Diga-me qual a manchete e eu te direi o que o texto não é...

Portais de notícias são "especialistas" em dinamicidade. As coisas acontecem o tempo todo, e se neste momento está tudo calmo, daqui a dois minutos pode ser que a capa do portal esteja inundada de notícias relacionadas a um determinado assunto - coisa que já vimos acontecer com certa frequência esse ano, principalmente pensando no quanto a Dona Foice anda passando pelo planeta. Desta forma, a chamada da notícia precisa ser concisa e ao mesmo tempo chamativa, para prender a atenção do leitor e direcioná-lo para a leitura da matéria.

Pensando nisso, vamos considerar duas manchetes que estão hoje na homepage do UOL e que me deixaram com cara de "que porra é essa..."?

Oi? o.O

A primeira delas me chamou a atenção por trazer um título, no mínimo, inusitado. Eu fiquei vários minutos tentando entender aquela chamada antes de clicar efetivamente no link pra ler o que diabos era aquilo.

(link para a matéria)

Se você não sabe quem é Djokovic – como eu não sabia até ler a matéria –, provavelmente a primeira coisa que vem na sua cabeça é: "mas quem é que treina uma zebra – em Xangai ainda por cima?". Depois, "quem é que treina uma zebra pra atacar o marido desacordado?". Se você sabe quem é Djokovic, primeiramente meus parabéns!, segundamente, rs, você provavelmente não caiu na pegadinha da chamada.

O caso é que "zebra" tem o sentido de "resultado inesperado", segundo o Michaelis. Sendo eu uma noob em matéria de Djokovic, eu nunca ia imaginar que esse era o sentido que o repórter estava utilizando. Daí, clicando na matéria, eu descubro que esse moço Djokovic é um tenista, que o tal "apagão" foi um momento de bobeira no meio de uma partida de tênis, e que "zebra treinada pela esposa" se refere ao seu oponente, cuja treinadora é ninguém menos que sua excelentíssima esposa.

Ou seja, o pobre Djokovic não foi atacado enquanto inconsciente por uma zebra adestrada, nem precisou espantar o bicho aos gritos de "xô, zebra". Ele apenas começou a se dar mal numa partida e rapidamente se recuperou, ganhando o jogo.

--

A segunda matéria chamou minha atenção porque, por alguma felicidade do destino, eu acompanhei minimamente o desempenho econômico do país nos últimos 20 anos. Mas assim, bem minimamente mesmo, não me façam perguntas complexas demais senão eu começo a interrogar vocês sobre as funções da partícula "se" na língua portuguesa!

Lá vai o print da chamada, como estava no UOL algumas horas atrás:


O primeiro desavisado que ler isso sem se importar em prestar atenção na linha em azul em cima do título vai pensar "eu sabia, aquele papo de ter pago o FMI era mais uma mentira dos petralhas!!!!11!1!!1!onze!!1". Como eu sei que a tal da dívida externa foi paga durante o governo Lula, e não sei muito sobre "contas públicas", fui lá conferir qual era a da matéria.

A única coisa que indica uma possível "mentira" é a menção do FMI na matéria, afinal de contas, foram eles que fizeram esses tais cálculos pra prever o que a economia brasileira vai alcançar ou não. Mas se você monta uma equação "FMI + dívida" sem esclarecer direito que dívida é essa... você tem os comentários que estão lá na matéria. Todo mundo vai continuar não prestando atenção no que é "conta pública" e atacar a parte "FMI + dívida" da notícia.

E o que eu entendi é que a economia está meio lerdinha e que não haverá lucro suficiente pra pagar os juros da dívida pública. "Só" isso.

--

É isso. Digam aí embaixo o que vocês pensam sobre essas manchetes que sempre parecem dizer qualquer coisa, menos sobre o que o texto se trata...

Marcadores: ,

3 Comentários:

Às 9 de outubro de 2014 14:56 , Blogger Alan Flamer disse...

Ultimamente eu ando zonzo com a informação me atacando dos dois lados, como se exigisse que eu me posicionasse definitivamente em favor de um deles. Dois lados com mentiras, dois lados com pontos positivos, tá foda. Essa do FMI só acrescenta essa minha sensação. T__T

Já a primeira matéria me lembrou o Tumblr do Jornalismo vai com Deus (http://jornalismovaicomdeus.tumblr.com/), porque o nível de 'wtf's do título da matéria é over 8000!

 
Às 9 de outubro de 2014 15:03 , Blogger Alan Flamer disse...

Reescrevendo as duas chamadas do meu jeito:

-No tênis Djokovic bobeia e quase perde pra novato treinado por sua esposa
-Análise indica que Brasil terá dificuldades em cumprir sua meta de superavit primário

 
Às 9 de outubro de 2014 15:56 , Blogger Laine disse...

Post interessante, mana! Nesse mar de informações e na velocidade que são divulgadas aparecem algumas meio estranhas mesmo!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial