sexta-feira, 22 de abril de 2016

Me leve pra igreja.

[aviso pros puristas: eu sei que essa música – Take me to church, do Hozier, um moço irlandês que tem um vozeirão potente e que lançou seu primeiro EP em 2013 –tem um POV masculino direcionado a uma mulher e um clipe que puxa a questão da homofobia e da intolerância religiosa, mas aqui teremos a visão de uma mulher que, apesar de ser bissexual, direciona every fucking word dessa tradução a um homem. ouça a música em inglês/veja o clipe aqui.]

Meu amor tem bom humor
É o riso em um funeral
Sabe da desaprovação de todo mundo
Eu devia tê-lo venerado antes

Se os céus já falaram algum dia
Ele seria o último porta-voz verdadeiro
Cada domingo está ficando mais sombrio
Um veneno novo a cada semana

Nascemos doentes, você os ouviu dizer

Minha igreja não oferece absolvição
Ela me diz “venere no quarto”
O único paraíso pro qual serei mandada
É quando estou sozinha com você

Nasci doente, mas amo isso, ordene que eu fique bem

Amém.

Me leva pra igreja, vou venerar como um cão no santuário de suas mentiras, te contarei meus pecados pra que você possa afiar sua faca, me ofereça a minha morte imortal, oh deus, me deixe te dar minha vida!

Se sou uma pagã dos bons tempos
Meu amor é a luz do Sol
Para manter a divindade ao meu lado
Preciso oferecer um sacrifício

Para drenar o mar, pego algo brilhante
Algo carnudo como prato principal
Eis aí uma bela teimosia
O que você tem guardado?
Temos vários fiéis morrendo de fome

Parece saboroso
Parece muito
Esse trabalho não tem fim

Me leva pra igreja, vou venerar como um cão no santuário de suas mentiras, te contarei meus pecados pra que você possa afiar sua faca, me ofereça a minha morte imortal, oh deus, me deixe te dar minha vida!

Sem mestres ou reis quando o ritual começar
Não existe inocência mais doce do que o nosso pecado suave
Na demência e no sustento dessa triste cena terrena
Só assim eu sou humana, só então eu estou pura

Amém.

Me leva pra igreja, vou venerar como um cão no santuário de suas mentiras, te contarei meus pecados pra que você possa afiar sua faca, me ofereça a minha morte imortal, oh deus, me deixe te dar minha vida!

Marcadores: ,

3 Comentários:

Às 22 de abril de 2016 20:40 , Blogger Alan Flamer disse...

Essa música é intensa pra caraio. E eu me sinto um pouco orgulhoso prque essa fui eu quem te apresentou. ^_^

(Nota: a adoração que se faz no quarto é o melhor tipo de adoração.

 
Às 22 de abril de 2016 20:41 , Blogger Elise disse...

Sim, bastante intensa. Muito obrigadinho por tê-la mostrado a mim. <3

[resposta à nota: concordo plenamente.]

 
Às 25 de abril de 2016 11:38 , Anonymous Lu disse...

Essa música é maravilhosa, principalmente pela letra. O álbum de estreia dele também é bem bom. Pra mim, essa é a melhor música de 2015.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial